O mundo perfeito - Claudia Marczak (resenha)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Autor: Claudia Marczak
Editora: Editora Penalux
Número de páginas: 204
Ano: 2016
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
"O cheiro de tabaco de Severino tomava o ar. Eduardo nunca fumara. Eduardo nunca fizera nada que não fosse politicamente correto. (...) Estava cansada. Eduardo beijou sua nuca levemente. Luisa sentiu vontade de chorar." Luisas, como a do romance de Cláudia Marczak, são mulheres que percebem tarde que o mundo escolhido não é o que almejaram. A única liberdade se encontra na ousadia de aventurar-se. Os romances de Marczak são portas para o universo feminino, aparentemente desconhecível, mas, na obra da autora, cada vez mais desnudo, claro e profundo. O romance O Mundo Perfeito me fez cair de um cosmo idealizado em direção à matéria pecaminosa. Não há um justo sequer, homem ou mulher. Anderson Foncesa - Escritor. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
RESENHA: Logo no início nos deparamos com a protagonista: Luisa. Luisa é aquelas mulheres mimadas, ricas, que possuem tudo o que querem, não ligam para opiniões alheias e nunca estão satisfeitas com o que possuem. 
É impossível ler essa história e não sentir nojo da Luisa no início, apesar de ser bem casada com Eduardo e ter seus dois filhos, Eduardinho e Valéria, Luisa não se sente contente. Pelo contrário, despreza seus filhos e deixa claro o tamanha do desgosto dela por eles, por motivos simples: Valéria é gorda e Eduardinho muito branco, frágil. O jeito que ela se refere aos seus filhos causa uma revolta no leitor, dá vontade de entrar na história e botar Luisa no seu lugar. Eduardo quer ter o seu terceiro filho para realizar o seu sonho de ter uma família grande e a casa cheia, mas a mulher não quer, tem medo que saia uma "aberração" como os outros. (Sim, Luisa fala assim)
Para fazer uma obra na casa, contratam Severino. Severino tem uma personalidade forte, é áspero com as palavras e bem direto. Junto dele, vão para sua casa seus dois filhos, os meninos William e Wesley. Todos os filhos de Severino com Zefinha (sua esposa) começam com a letra W, Luisa zombra disso "É bem coisa de pobre".
Com seu marido sempre viajando e as crianças sendo cuidadas pelas babas, Luisa sente o tédio de alguém que tem tudo o que quer, passa os dias apenas observando os meninos W e invejando profundamente Severino por ter os filhos tão alegres e ativos. No meio do tédio, resolve começar a usar roupas muito decotadas e a provocar o pedreiro, seu marido não estava em casa mesmo, ela não tinha nada a perder.
Depois de um tempo, não deu outra, aconteceu. Luisa traiu Eduardo com Severino, e o pior, ela gostou. Isso começa a acontecer muitas vezes depois disso, até na própria casa enquanto Eduardo estava ocupado.
Com o passar dos tempos, Eduardo resolveu arrumar um quartinho nos fundos da casa, pra surpresa de Luisa, Severino, os irmãos W e a sua esposa estavam se mudando pra lá. Ela gostou da ideia de ter os gêmeos W por perto, gostou da ideia de poder dar um futuro melhor para aquelas crianças que ela tanto queria ter como filhos. 
 Até que acontece o inesperado, Luisa engravisa. E por ironia do destino, Zefinha também. 
O novo filho de Luisa veio diferente. Bonito, ativo, sempre tentando correr e brincar. De cara ela soube quem era o pai, só não sabia de uma coisa, quem era o pai do filho de Zefinha..
O livro todo é calmo, conta basicamente o desgosto de Luisa pelos filhos e as aventuras com Severino. Bem no finalzinho, ele fica "agitado", acontece algo que deixa todos boquiabertos, ninguém esperava por aquilo.
A história fala de temas como traição, amor, e o principal: Colhemos o que plantamos.

SOBRE A EDIÇÃO: Logo que eu comecei a ler já percebi uma coisa, as folhas são bem grossas. Adorei isso pois quando nós lemos contra a luz não aparece o que está escrito do outro lado. Infelizmente, achei alguns erros no texto consideráveis, coisas pequenas como por exemplo na palavra surpreendente, estava "surpeendente". A capa define bem a história, em cima, no mundo colorido, Luisa. Já em baixo, no mundo mais acizentado uma criança, imagino que seja um dos gêmeos. Ou seja, mostra bem a diferença dos dois mundos.

EM UMA FRASE: O acontecimento chocante do final poderia ter vindo antes, assim, a história seria mais envolvente.
 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
NOTA
  
 

7 comentários

  1. Muito bom linda!!! Adorei a resenha beijokas

    ResponderExcluir
  2. Oi flor,agora você me deixou com a pulga atrás da orelha, então o 2 traíram? 😮😮
    Curiosa agora!!!!
    https://minhasinspiracoessaramenezes.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só lendo pra descobrir direitinho! hahahahaah

      Excluir
  3. É um livro bastante convidativo adorei vou comprar beijos

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha! Me deu vontade de ler.
    Adoro livros que a autora me faz odiar o personagem. rsrsrs

    Beijos
    http://doceestante.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha, já ouvi falar desse livro e todos odeiam essa Luisa, haahahahahahh

    ResponderExcluir
  6. Nunca li, mas fiquei curiosa. Houve traição das duas partes?

    ResponderExcluir

O que estou lendo

Topo