Quero me apaixonar - Alex Darcisio (resenha)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Autor: Alex Darcisio
Editora: Chiado Editora
Número de páginas: 302
Ano: 2015
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
SINOPSE: Este romance ocorrido na década de 1950 soa como obra do destino quando Robert, um jovem músico talentoso, traumatizado e sem fé, vê seu destino o levando de volta a Riverston, lugar de onde saiu ainda criança e que foi palco de sua maior perda. Lá ele conheceria Natalie, uma jovem com um dom e um fascínio apaixonante pela escrita e com sonhos comuns a uma jovem de princípios cristãos e de fé inabalável.
E dentre tantos outros fatores do destino que conspiravam para que eles um dia se encontrassem, um ponto em comum: o lugar que inspirou os talentos e paixões de cada um pela primeira vez em suas infâncias, foi o que deu início a uma nova paixão.
Com a existência avassaladora de fatores determinantes para que eles ficassem juntos, outros fatores de mesma proporção os separavam, dentre eles a existência de Sebastian, um rapaz admirável, cuja amizade e fé se constituíam em seus maiores talentos.
Um possível triângulo amoroso de tirar o fôlego, com um final surpreendente você irá se deparar com um livro que justificará seu título, e que certamente te instigará a querer se apaixonar.

Apaixone-se!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

RESENHA: Primeiramente quero começar dizendo uma coisa: Esse livro irá marcar você.
"Quero me apaixonar por alguém que me mande flores, não só nas datas comemorativas, mas em datas que eu nem espere talvez pelo simples fato de ser segunda-feira."
   O livro conta a história da vida de Robert Sulivan, filho de Rosali e Noa Sulivan. Aos 5 anos de idade, Robert ganhou um aviãozinho de brinquedo de sua mãe, já que ele gostava tanto da brincadeira que o seu pai fazia. Noa por sua vez, havia esquecido o aniversário do filho encontrando somente uma loja de instrumentos musicais aberta, assim, deu de presente para Robert um violão no qual gravou as letras N&R. Apesar das felicidades desta noite, na madrugada a mãe de Robert o acorda aos prantos, dizendo a frase "Deus levou o papai"
   Com a morte de seu marido, Rosali resolve se mudar, deixando a cidade de Riverston e indo para Camp City, cidade pequena, longe dos perigos do mundo. Além de deixar a cidade, também deixou algumas coisas de seu marido, Robert, por sua vez, deixou o violão ganhado do pai naquela noite. Ao passar dos anos, Robert já maior, conhece o Sr. Crow, um velhinho que seria o seu melhor amigo. Sr. Crow tinha um violão e gostava de ensinar o jovem a tocar. Robert tinha talendo, chegando a ganhar um concurso de sua cidade.
    Ao mesmo tempo, em Riverston uma família se mudava para a antiga casa de Robert. A família era composta por Jonh, Martha e sua filha Natalie. John era pastor, Martha e Natalie adoravam Deus, pregando sua palavra sempre que possível.
   Em Camp City, Robert um melhor amigo, Christian. Christian ao ver que a situação de sua cidade não era boa, resolveu se mudar para Riverston afim de abrir a sua loja em uma cidade mais popular. Os dois amigos foram juntos, devido ao seu enorme talendo de cantor e compositor, logo Robert conseguiu um contrato de shows em um bar perto do seu serviço. Quando chegaram na nova cidade, conheceram Christine, garota que seria a melhor amiga da dupla na nova cidade.
   A história toda é envolvente e marcante, com frases cheias de ensinamentos para passar ao leitor.
"Nunca desista de um amor. A dor e o vazio que as páginas em branco de uma história de amor não preenchida deixam em nós é maior do que a dor e o vazio que deixam as grandes histórias com um final triste."
   O destino realmente brinca com as pessoas, no livro vemos perfeitamente que não existem coincidências, apenas os planos de Deus. Ao longo da história temos várias pistas do final, como por exemplo a parte em que sabemos que não é Robert quem narra.
"Os momentos que marcaram essa história foram tantos que seria impossível descrevê-los. O próprio Robert não conseguiu fazê-lo a mim, o que limitou também minha narração."
   Confesso a vocês que o final não foi do jeito que eu esperava, não conseguia nem imaginar que o livro terminaria assim. Fiquei completamente chocada quando no final, tamanhas pistas são reveladas, no final da história, o narrador nos mostra coisas que deixamos passar sem dar muita atenção.
   Quero me apaixonar é um romance, isso já sabemos. A questão é que não é aquele romance água com açúcar que estamos acostumados, muito menos aqueles livros chatos de triângulos amorosos. No livro existe sim um triângulo amoroso, mas de uma forma totalmente diferente. 
   A história é tão cheia de frases e pensamentos marcantes, que no posfácio eu não consegui marcar uma só, simplesmente marquei a palavra "posfácio" para saber que aquelas últimas páginas, eram repletas de frases que eu não poderia esquecer.
"O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, enfim, o amor nunca falha."
 EM UMA FRASE: Amoooooo livros que conseguem me enganar (o que é muito difícil). Mas esse me deixou completamente chocada.

SOBRE A EDIÇÃO: A capa dele é meio plastificada, gostei bastante disso. Já tenho alguns outros da Editora Chiado e posso dizer que o trabalho deles é impecável. Neste livro, porém, achei um número considerável de erros na escrita.
 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
NOTA:
 

8 comentários:

  1. Que livro lindo! Sempre acreditei nos ensinamentos de Deus, Ele sempre quer o melhor para nossas vidas.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a Resenha . Amo livros assim... parabéns beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei a Resenha . Amo livros assim... parabéns beijos

    ResponderExcluir
  4. Você consegue resenhar sem dar spoiler da história e sem tirar a essência ela, isso é raro. Parabéns pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir